O oftalmologista americano Dr Alan B Scott foi o primeiro a utilizar a toxina botulínica (BOTOX) em humanos. Buscava uma alternativa ao tratamento cirúrgico para correção de estrabismo. Seu primeiro trabalho sobre o assunto foi publicado em 1973.

Desde então o uso da toxina botulínica foi amplamente difundida em várias áreas da medicina que vão desde a reabilitação motora de pacientes com paralisias até o uso cosmético.

Apesar da toxina botulínica ter sido usada primeiramente para o tratamento do estrabismo, o seu uso ainda não é um consenso.

Atualmente ela pode ser indicada para o tratamento da Esotropia congênita (SD de Ciancia); e para o tratamento de estrabismos decorrentes de paralisias de nervos cranianos.

O resultado é controverso, muitas vezes mais de uma aplicação é necessária.

O seu maior uso tem sido realizado em adultos/idosos com estrabismo paralítico.

Dra. Andrea Greco Muller

Atendemos crianças, adultos e idosos. E a cada um oferecemos um olhar focado às suas necessidades diárias.

Durante a consulta realizamos exames de acuidade visual e refração (testamos o quanto você enxerga e qual será, caso necessário, o grau dos óculos); teste ortóptico (avaliar se o paciente tem algum desvio ocular ou insuficiência de convergência); tonometria de aplanação (medida da pressão ocular) e fundo de olho.

PERFIL COMPLETO